DIVERSIDADE E EQUIDADE RACIAL
E DE GÊNERO NO TRABALHO

Introdução

Desde 1990 o CEERT realiza pesquisas e programas de intervenção focalizados na valorização da diversidade e na promoção da equidade de raça e gênero no mercado de trabalho.

O Censo da Diversidade CEERT, se insere neste contexto, constituindo um processo de trabalho construído sempre de maneira compartilhada com cada organização, contemplando não só o perfil do quadro de pessoal, mas a análise dos processos de recursos humanos visando identificar obstáculos e alavancadores da equidade, bem como campanhas de sensibilização e programas de capacitação voltados para diferentes grupos (RH, Marketing, Jurídico, Tecnologia de Informação, Comunicação, clientes, consumidores etc...).

Neste sentido auxilia as instituições a desenharem processos de monitoramento da evolução da diversidade referente a gênero, raça, pessoas com deficiência, orientação sexual, geração, etc...

O futuro do programa envolve a preparação de instituições públicas e privadas
para a implementação de políticas de ação afirmativa.

Exemplos da atuação do CEERT nesta seara:

  • Instituto ETHOS
  • ITAIPÚ Binacional
  • Banco J. P. Morgan
  • FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos)
  • Caixa Econômica Federal
  • OXFAM do Brasil
  • UNICEF
  • Canal Futura
  • Fundação Roberto Marinho.
  • Itaú Unibanco
  • Secretaria Estadual de Trabalho da Bahia
  • Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo
  • Fundação Vale
  • Comitê dos Jogos Olímpicos

O CEERT realizou, em São Paulo, as primeiras discussões entre o poder público, empresas e movimentos sociais e sindical na área de diversidade e ações afirmativas no trabalho, gerando diversos grandes eventos, dentre os quais: “Igualdade e Diversidade no Trabalho” (1998) e “Inclusão no Trabalho: desafios e perspectivas” (1999).

A organização possui ainda livros especializados sobre o tema, tais como “ Diversidade no Trabalho” (2017); “Ação Afirmativa e Diversidade no Trabalho” (2000) e “Igualdade e Diversidade no Trabalho” (1998), além de ter seus projetos reconhecidos em diversas outras publicações, a exemplo de “Igualdade de Gênero no Mundo do Trabalho: Projetos Brasileiros que Fazem a Diferença”, da Agência Canadense para o Desenvolvimento Internacional.

Projetos

Periodo Parceiros Objetivos
2009 – 2010 OXFAM Realização de diagnóstico institucional de tratamento da igualdade racial nos processos institucionais; sensibilização do quadro interno da OXFAM e parceiros e construção de um plano de ação com vistas a assegurar o tratamento da igualdade racial em todas as dimensões institucionais.
Periodo Parceiros Objetivos
2007 – 2008 MPT (Ministério Público do Trabalho); CONTRAF (Confederação dos Trabalhadores Financeiros), OIT (Organização Internacional do Trabalho), IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), IPEA (Instituto de Pesquisas Aplicadas). Realização de censo nacional, pesquisa sobre racismo institucional; pesquisa de boas práticas em diversidade; elaboração de plano de trabalho para implementação da equidade de gênero e raça no setor bancário de todo Brasil.
Periodo Parceiros Objetivos
2014 MPT (Ministério Público do Trabalho); CONTRAF (Confederação dos Trabalhadores Financeiros), OIT (Organização Internacional do Trabalho), IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), IPEA (Instituto de Pesquisas Aplicadas). Realização do 2º censo nacional, pesquisa sobre racismo institucional; realização de amostra estatística garantindo tecnicamente o estudo como Censo; Inclusão do tema Orientação Sexual; inclusão dos grupos ocupacionais.
Periodo Parceiros Objetivos
2007 – 2008 Comitê de Gênero da Itaipú Binacional Assessoria à comissão de Gênero na realização de pesquisa de gênero e raça nos quadros de empregados da empresa e nos programas sociais da empresa; Assessoria na elaboração das diretrizes de gênero e raça para a Companhia; Assessoria na definição e implementação de um plano de ação para alcançar a equidade de gênero e raça.
Periodo Parceiros Objetivos
2005 – 2007 Universidade de São Paulo; Prefeitura de São Paulo – Secretaria de Trabalho; INTEGRA – Cooperativa de Trabalho Interdisciplinar; FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Aumentar a capacidade de diagnóstico da Secretaria de Trabalho com relação ao perfil da população excluída, a partir da análise da variável sexo, cor/raça nos programas sociais e fornecer à Secretaria uma metodologia para incorporar nos programas, as perspectivas de mulheres e negros.

Contato


Telefone
+55 (11) 3804-0320


E-mail
contato@diversidade.org.br

Diversidade Corporativa, 2017, Todos os direitos reservado.